Feira Bem Casados

10

 

Que fase. Essa feira pra mim não foi só uma feira, foi uma momento de transição na minha vida, deixa eu explanar. Eu conheço bem o jeito de pensar da Grazy, sei dos seus cuidados e de sua dedicação nas coisas que faz, então quando ela surgiu com essa idéia eu logo decidi participar, mesmo sem saber direito como iria funcionar. Na apresentação do projeto eu já estava, não só para prestigiar o projeto dela mas para escolher o meu espaço por lá. Mas foi a partir desse momento que a coisa começou a apertar. Eu nunca tinha exposto meu trabalho fora da internet e fora da casa das pessoas que me escolheram para registrar algum momento importante de suas vidas, e juro, meu coração batia mais forte toda vez que pensava nisso.

 

Haviam vários projetos que eu buscava tempo livre para colocar em prática e que a idéia da feira veio a calhar, queria mostrar tudo lá. Também decidi fazer tudo cedo para que a pressão de última hora não tomasse conta, mas isso não deu muito certo. Resolvi fazer tudo com minhas próprias mãos, não queria contratar ninguém, sabia que o prazer de colocar a mão na massa valeria a pena no final e eu queria isso pra mim.

 

A primeira imagem que me veio a cabeça quando imaginei meu espaço na feira foi do primeiro lugar que eu saí com a Grazy. A Crêperie Française era um lugar muito especial pra nós e eu queria algo inspirado nisso, aquela fachada branquinha com ripas de madeira na horizontal, não me saía da cabeça. Primeiro passo, fazer aquela parede. Entre uma cerveja e outra fui construindo ela, madeira por madeira, tinta sobre tinta. Foi um trabalhão, mas eu ficava amarradão toda vez que eu saía do apartamento em obras que eu pintava aquilo. Confesso.

 

Conforme o tempo passava eu fui me dando por conta no que eu estava envolvido. Eu queria algo muito detalhista e que para isso eu precisava de tempo e dedicação.

 

Um dos projetos que eu fazia questão de lançar era a M. Slow Living. Vou explicar com mais calma ele em um post específico logo mais. Para ele o parceiro ideal era um cara que eu havia conhecido não fazia tanto tempo. O Matheus Costa era o cara perfeito para iniciar uma jornada que eu planejava a horas, cara sensível e que buscava algo diferente pra vida. Quando comentei que queria lançar nosso projeto na feira ele não só topou como se atirou de cabeça na idéia. Arquiteto dos bons, foi ele que ditou o rumo que o espaço iria tomar. Gratidão eterna pra esse cara.

 

A partir de então a coisa começou a tomar forma. Foi uma pressão, mas foi especial.

 

Lugares que a gente frequentava diariamente foram fazendo parte do espaço e tudo foi ficando claro. Pinhas, plantas e fotografias. Álbuns, histórias e amor. Um espaço que tinha um pouco de todos nós e que tudo que eu falava e sentia, soava natural e verdadeiro.

 

Não tenho palavras pra agradecer todo carinho e dedicação de algumas pessoas. Matheus, tu foi genial irmão, se o stand estava em pé foi por tua causa. Cada esforço em catar pinhas e galhos, carregar troncos e fazer viagens de meia hora com o carro abarrotado de material, valeu a pena ao ver as pessoas circulando pelo espaço e a gente com brilho nos olhos falando do nosso mundo. Que louco foi isso. Go Image foi o laboratório fotográfico que usei desde o início da minha carreira e que sempre me surpreende, chego com prazos sempre curtos por lá e não só me respondem com um “sim” como me apresentam o melhor material e o melhor atendimento. Diferenciado. A Floricolor, junto com a Eurobook são a surpresa do momento para mim. Depois de várias conversas e uma greve da Tap eles se apresentaram bem e apresentando para as noivinhas um álbum lindão e refinado, tudo que eu queria, um dos grandes lançamentos da feira. Fernanda Mello, valeu a dica do tecido filó, de última hora, salvou a pátria, se não fosse você nosso espaço não teria teto. Francine, tu não é só a melhor designer do mundo como é a amiga que todo casal quer ter do lado, tu sabe do que estou falando, tu não só te apresenta pra levantar nossa idéia como se apresenta com um presente no momento da feira em que eu pensava “falta alguma coisa…”, era aquilo mesmo. Déia, acho que vendi aquele chocolate mais do que vendi meus álbuns haha, tua empolgação ao falar de tudo na vida me motivou em todos os momentos, seja na casa do Matheus ou na montagem do nosso espaço na feira, sempre era muito bom te ver por perto, tu é demais. Maicon, não sei de onde tu surgiu irmão, mas no momento da montagem do nosso espaço, em meio ao caos e turbulência do momento tu apareceu com uma calma que contagiou a galera, valeu de verdade. Rudi, no início eu acreditava que um cordão de luzes seria uma terapia pra mim, mas de última hora, sem tempo e paciência, resolvi te passar essa bronca, e não só ganhei um cordão irado como um parceiro pra toda hora, valeu mesmo a força, fez a diferença. Silvina, você com a Pampa move montanhas, não acreditava que tu conseguiria colocar aqueles quadros maravilhosos no nosso espaço a tempo, vocês deram o toque que faltava lá. Armazém de Plantas, Cachoeira e Felipe, entre um café e outro, cervejas artesanais e muito verde me fizeram a cabeça com tanta opção de verde e de cheiros, o lugar se encheu de vida e não seria o mesmo sem eles.

 

Mas quero deixar um agradecimento especial. Quando conheci ela a dois anos atrás não tinha idéia da diferença que ela faria na minha vida. A Grazy não só idealizou, construiu e fez acontecer essa feira maravilhosa como participou em cada etapa da construção do nosso espaço. Tinha um toque dela em cada cantinho e tinha a voz dela no telefone desde o momento em que eu pintava aquelas madeiras, lá no início. Meu amor, tu é incrível. Isso só aconteceu por tua causa. Tu e a Amanda foram sensacionais nesse projeto.

 

Enfim, espero que todos que tenham circulado por lá tenham sentido um pouco do nosso sentimento e do nosso amor por histórias de vida e pela natureza. A gente não queria apenas fazer um lugar bonito, a gente queria criar um espaço que tivesse um pouco de todos nós, daquilo que a gente acredita e do que amamos.

 

Espero que tenham gostado e espero, de coração, que mais oportunidades como essa apareçam. Foi uma experiência para vida.

 

01
02
03
04
05
06
07
08
09
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32